As escolas municipais e o sofrimento nosso de cada dia

0
325
Após intensa luta no início deste ano em defesa da escola pública e das condições de trabalho dos profissionais da educação escolar básica, as escolas municipais de lauro de freitas continuam sofrendo com as péssimas condições estruturais e saneamento básico.  Os alunos e profissionais escolares são vítimas desses fatos.
Hoje, duas escolas (Pedro Paranhos e Eurides Santana) registraram reclamação na Asprolf sobre problemas de fossas estouradas causando mau cheiro nas dependências da unidade de ensino, além de matos crescendo por toda área escolar. 
Por esses motivos, a escola Pedro Paranhos desde ontem está com suas atividades letivas paralisadas. Não há possibilidade de manter os alunos (e também os profissionais da educação) na escola suportando o mau cheiro da fossa estourada.
O relato de um abaixo assinado encaminhado para o secretário de educação informa que a escola está impossibilitada de realizar suas atividades diárias devido ao grande odor fétido, insuportável que se espalhou por todo o ambiente escolar. Por causa disso, muitos problemas de saúde começaram a surgir, como: cefaleia, alergia, irritações nas mucosas, náuseas, vertigens etc. 
Nesse momento, dois coordenadores da Asprolf estão na escola municipal Eurides Santana a pedido da comunidade escolar para registrar a situação caótica no espaço escolar. Os coordenadores já registraram (fotografando) a situação da escola Pedro Paranhos, e lá receberam documento (abaixo assinado) da escola.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here