ASPROLF celebra fechamento da Campanha Salarial 2018

0
1580

A reunião de encerramento da Campanha salarial 2018 com as assinaturas das atas firmando os acordos celebrados entre o Executivo e ASPROLF foi marcada por discursos de comprometimento com a educação municipal, tanto por parte dos representantes dos profissionais em educação, quanto pelos representantes do poder Executivo.

Tanto os diretores da ASPROLF quanto os profissionais membros da comissão paritária reconheceram os avanços da negociação e destacaram o pagamento dos processos, a volta da Consulta pública para eleição dos gestores escolares, os encaminhamentos da minuta para inserção dos auxiliares de classe no estatuto do magistério, a gratificação dos profissionais que atuam nas salas multifuncionais entre outras pautas que avançaram nas negociações deste ano. No entanto, em todos os discursos houve apelos para que a prefeitura atue na melhoria das estruturas das escolas.

O diretor Rafael destacou que a atuação firme da ASPROLF contribuiu para que avançassem juntos executivo e profissionais em educação, colaborando para que a gestão municipal qualificasse sua atuação na pasta. Nessa linha, Valdir, presidente da ASPROLF, sugeriu que o executivo mantivesse a mesma disposição de resolver os problemas, demonstrada na mesa, para continuar trabalhando na solução das pendências ainda existentes.

A prefeita Moema Gramacho reconheceu, em seu discurso, que houve atrasos por parte da prefeitura no atendimento de demandas das escolas. Segundo a prefeita, isso ocorreu devido a recorrente judicialização de licitações, atrasando a entrega dos serviços, mas afirmou que essa etapa foi vencida e já está chegando às escolas gradativamente: as fardas dos alunos, mochilas, carteiras, mobiliários e reformas na estrutura. A prefeita também partilhou os planos de médio prazo da sua gestão: construção de escolas, ar condicionado nas salas, merenda na escola, construção de salas multifuncionais entre outros.

Vale ressaltar que se encerrou, hoje, a campanha salarial, mas não a Pauta Reivindicatória que, para além da pauta financeira, comporta uma série de reivindicações da categoria. A ASPROLF vence essa etapa entendendo que se a luta continuar temos condições de avançar mais. Educação pública de qualidade só é possível quando os atores que constroem a educação lutam e constroem os caminhos coletivamente. Nesse sentido, a ASPROLF convoca todas e todos os trabalhadores da educação a participar efetivamente desse momento, observando, denunciando, relatando todo e qualquer problema. Juntos somos fortes!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here