ASPROLF COBRA INVESTIMENTOS NA EDUCAÇÃO NA JORNADA PEDAGÓGICA 2018

0
438
O Presidente do ASPROLF, Valdir Silva, representando a categoria dos profissionais da educação do município, compôs a mesa de abertura da Jornada Pedagógica de Lauro de Freitas, realizada pela SEMED. Valdir iniciou sua fala agradecendo os 460 votos que elegeram a Chapa 1, nas eleições do sindicato em novembro o ano passado, reafirmando que essas centenas de votos traduzem a confiança da classe trabalhadora no grupo que tem na sua essência a luta pelos direitos dos trabalhadores e pela construção de uma educação pública de qualidade na Rede municipal de ensino de Lauro de Freitas.

No seu discurso, Valdir lembrou o difícil ano de 2017, devido ao desmonte do Estado de Direito promovido pelo Governo Temer e também as dificuldades enfrentadas  pelos profissionais da educação em ano que a Secretaria de Educação não ofereceu nem o mínimo necessário para o funcionamento das escolas. Ele ainda fez um histórico das lutas do sindicato: no âmbito nacional, que conseguiu articular as forças populares da cidade no enfrentamento das reformas golpistas que retiraram direitos dos trabalhadores e no âmbito local contra o descaso da SEMED com a a Educação básica municipal.

Para 2018, o representante do sindicato pontuou que, embora saiba que este será mais um ano difícil e de lutas – a ver pela conjuntura política desenhada desde 2017, o Executivo precisa atender de fato às demandas da educação de Lauro de Freitas, tanto no que diz respeito a promover uma educação pública de qualidade, quanto na valorização do profissional. Valdir ainda exigiu o cumprimento da lei no uso dos valores dos Precatórios do FUNDEF, que define que  60% seja destinado aos profissionais do magistério e 40% para o MDE.

Encerrando seu discurso, o presidente sindical afirmou que o desejo do ASPROLF é unir forças com o executivo municipal tanto no que se refere às lutas nacionais, contra a retirada de direitos dos trabalhadores, como na construção local de condições melhores para Educação pública Municipal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here