ASPROLF comemora vitória dos 10% do PIB para a educação

0
326
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Lauro de Freitas (ASPROLF) comemora juntamente com todo movimento sindical e social que luta pela educação pública de qualidade a vitória garantida na Comissão da Câmara que aprovou a proposta de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para a educação.


Depois de muita pressão da sociedade civil, a comissão especial do Plano Nacional de Educação (PNE – PL 8035/10) aprovou ontem (26) a aplicação de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) do País em políticas da área no período de 10 anos. A conquista foi bastante comemorada pela CNTE, que promoveu ampla mobilização pelo percentual e acompanhou todo o processo de votação da matéria, desde o início. “Foi uma vitória da mobilização organizada, da persistência, dos que nunca desistem e que sabem que é importante a pressão sobre o parlamento de uma maneira democrática. Vitória da CNTE, da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, enfim, uma vitória de quem defende a educação pública de qualidade, socialmente referenciada”, afirma o presidente da Confederação, Roberto Franklin de Leão.
A luta pelos 10% do PIB para a educação fez parte das ações políticas da ASPROLF, que participou de várias marchas em Brasília e audiências públicas na Comissão de Educação da Câmara, a fim de pressionar os parlamentares a votarem a favor de mais investimento financeiro para a educação, respeitando, dessa forma, a vontade popular histórica, sobretudo os estudos sobre a necessidade desse percentual específico e sobre a viabilidade do financiamento, demonstrado pelo próprio Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), vinculado ao Governo Federal..
Mas a luta não para por aí. Ainda falta ao Congresso aprovar a proposta. A ASPROLF continuará na luta para que seja sacramentada no Senado a vitória da sociedade brasileira, dos movimentos sindicais, das centrais sindicais, da CNTE, e dos movimentos estudantis, pela aplicação dos 10% do PIB para a educação. VITÓRIA DA EDUCAÇÃO E DA SOCIEDADE BRASILEIRA!
(ASPROLF, 29/6/2012)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here