Assembleia aprova semana de mobilização

0
408

Após os informes do que aconteceu na reunião de negociação na tarde de ontem, 14, o conjunto dos trabalhadores, em assembleia, nesta sexta-feira, 15, aprovou a XII Semana em Defesa e Promoção da Educação Pública, que acontecerá de 25 a 29 de abril. A proposição encaminhada pela Comissão Paritária da Asprolf objetiva discutir e apresentar à sociedade laurofreitense e à comunidade escolar, durante a XII Semana, um diagnóstico da escola e da educação pública.

Com a presença da prefeita Moema Gramacho (após cinco rodadas de negociação) na reunião de ontem, a categoria aguardava para hoje um avanço nas negociações. Para engano de muitos, isso não aconteceu. A prefeita (muito infeliz na sua fala) afirmou que não deve haver expectativa para reajuste salarial deste ano. Afirmou também que os funcionários de escola que laboram hoje 40 horas não terão direito ao auxílio alimentação até que todo o conjunto dos servidores municipais percebam esse benefício.
Para a comissão da Asprolf, o governo de Moema Gramacho está retrocedendo e defendendo, para esse ano, uma política de desvalorização dos profissionais da educação e da escola pública. “Não podemos aceitar essa política neoliberal do governo municipal de Lauro de Freitas, que quer achatar os salários dos profissionais da educação e sucatear as escolas”, desabafa o coordenador geral da Asprolf, Valdir Silva.
Após as exposições das falas insatisfeitas da categoria, foram aprovadas as seguintes proposições:
Continuação da Operação PF até chegarem às escolas os ticket’s de fevereiro e março, conforme prometido pelo governo.
Mobilização com apitaço e panelaço na próxima reunião de negocial salarial, dia 20/04 (quarta-feira), às 15h, no Centro de Cultura de Portão.
De 25 a 29 de abril: XII Semana em Defesa e Promoção da Educação Pública:
25/04: (segunda-feira) – Ida à imprensa (TV Bahia, TV Aratu, Record e os meios de comunicação local) para apresentar o diagnóstico sobre a educação pública do nosso município, com ênfase nas condições das escolas, campanha salarial, piso salarial, plano nacional de educação.
26/04: (terça-feira) – Zonal por região (Centro: Escola Fênix; Itinga: Escola Dois de Julho; Vida Nova: Escola Vida Nova; Portão: Escola Paulo Malaquias; e Areia Branca: Escola Edvaldo Boa Aventura): matutino, às 10h; vespertino, 15h30.
27/04: (quarta-feira) – Reflexões nas salas de aula sobre a discussão da Zonal e sobre a contribuição da educação escolar para melhorar a vida na comunidade.
28/04: (quinta-feira) – Audiência Pública na Câmara de Vereadores.
29/04: (sexta-feira) – Mobilização com assembleia no Centro de Lauro de Freitas, em frente à prefeitura, às 09h.
Obs.: a Audiência Pública depende de agendamento e deferimento da Câmara. Se não for deferido, faremos mobilização na Itinga. Informaremos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here