Enquadramento de 46 professores reafirma luta da ASPROLF por mais qualidade na educação

0
1213

Na última semana, nos dias 7 e 8 de março, foram publicados 46 enquadramentos de professores no Diário oficial do Município. Confira a lista do dia 7 (AQUI) e do dia 8 (AQUI). A luta por enquadramentos é uma das bandeiras históricas da ASPROLF. Nesse sentido, não nos privamos de reconhecer a importante ação da Prefeitura ao liberar esses processos.

…quem conhece Lauro de Freitas e as práticas medíocres de algumas forças políticas, sabe o tamanho da libertação que é ver seu nome publicado nessa lista.

Além de compreendermos que o regime de 40 horas semanais oferece ao trabalhador mais tempo para conhecer, vivenciar a Rede e construir, coletivamente com seus pares, formas de imprimir uma ação pedagógica de qualidade, conhecemos e reconhecemos que uma parcela importante dos professores da Rede já trabalhava as 40 horas pela via do desdobramento. O enquadramento proporciona as mínimas condições financeiras para os profissionais e permite que, tanto os professores quanto as escolas, planejem suas atividades pedagógicas com mais segurança e garantam mais efetividade na construção de uma educação pública de qualidade.

Para quem conhece Lauro de Freitas e as práticas medíocres de algumas forças políticas, sabe o tamanho da libertação que é ver seu nome publicado nessa lista. Professoras e professores, ano após ano, veem seus rendimentos cortados ao meio durante 3 meses e no início de cada ano precisam ingressar com pedidos de desdobramentos para voltar a trabalhar 40h. Muitos políticos imorais acabam usando a necessidade desses profissionais como moeda política e condicionam o desdobramento a seus “falsos favores”.

Quando a gestão atual opta pelo caminho do enquadramento ela reafirma compromisso com a educação pública e sinaliza a essas nefastas forças políticas, que infelizmente ainda dominam muitos setores da cidade, que a educação é coisa séria e não é espaço para seus joguetes eleitoreiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here