Informe da Asprolf

0
744

Companheiros/as,

Na manhã de ontem (20), houve mais uma rodada de negociação. Na mesa permanente de negociação, a ASPROLF levou (pós término da primeira etapa dos trabalhos da comissão de análise dos processos) a oficialização da proposta para ser atendida até o dia 30 de setembro, dia da nossa assembleia geral extraordinária. A proposta ficou da seguinte forma:

  1. PROCESSOS ADMINISTRATIVOS

Que o ano termine com publicação de 500 processos, sendo:

  1. a) 300 processos entre avanços vertical e horizontal;
  2. b) 200 processos entre concessões extraordinárias, incorporação/estabilidade econômica, enquadramento do magistério.
  3. PAGAMENTO DE RETROATIVOS

A proposta é chegar a 500 mil (quinhentos mil reais) por mês, conforme:

  1. a) 300 mil (trezentos mil reais) este ano;
  2. b) Mais 200 mil (reais) em fevereiro, completando os 500 mil reais.

III. ENQUADRAMENTO DOS AUXILIARES DE CLASSE

Publicar já a lista de todos os processos de enquadramento dos auxiliares de classe passando a valer quando do retorno das aulas presenciais.

  1. GRATIFICAÇÃO DOS SERVIDORES DO MAGISTÉRIO

Regularização da gratificação conforme o base do magistério com pagamento da diferença salarial. Também foi apresentado o reajuste do FGM dos diretores e vice que há muitos anos estão sem reajuste.

Na manhã de hoje (21), a ASPROLF esteve na SEMED e solicitou da secretária o envio de todos os processos prontos para a publicação. 

A secretária autorizou:

  • Convocar oficialmente todos os auxiliares de classe que têm processos abertos de enquadramento a comparecer a SEMED para tomar ciência de seus processos e saber se ainda têm interesse ou não pelo enquadramento.
  • Enviar todos os processos prontos para publicação à SECAD;
  • Publicar com urgência a errata da lista da avaliação de desempenho 2018;

Ainda essa manhã, a ASPROLF esteve na SECAD e na Procuradoria Geral do Município (PGM). Lá foi informado oficialmente pelo procurador geral, Kívio, do envio de mais 107 processos para a Secad. Sendo assim, a Comissão Permanente de Análise de Processos trabalhará nesses novos processos e, assim, que terminar torna público.

Lauro de Freitas, 21 de setembro de 2021.

Diretoria Executiva.