Negociação salarial 2011

0
369

Com ausências do secretário da educação, do secretário da fazenda e mais uma vez da prefeita Moema Gramacho, a comissão da Asprolf se reuniu em mais uma rodada de negociação salarial com a comissão do governo municipal na tarde desta terça-feira, 05, no Centro de Cultura de Portão.
Na tarde de hoje foram discutidos os eixos 3 e 4 da Pauta de Reivindicação, esgotando-se assim todos os itens da Pauta. Entretanto, existem itens ainda que não tiveram definição, a exemplo do que trata da atualização do piso salarial profissional. A comissão da Asprolf apresentou índice de 21,71% e esperava uma contraproposta do Executivo, que até então nada apresentou. Outro item importante é o que trata do reajuste de 10% para os funcionários de escola. Segundo os representantes dos trabalhadores em educação, há uma política de reconhecimento e valorização desses profissionais, portanto nada mais justo de esse reconhecimento ser feito com aumento salarial.
Ticket de alimentação – A Administraçã informou que por haver dificuldade para regular o pagamento do ticket diretamente na folha de pagamento (pois isso necessita de criação de lei municipal), os meses atrasados do auxílio alimentação será feito por meio de cartão de alimentação. Para isso acontecer, falta apenas o aval do secretário da fazenda. Contudo, a comissão da Asprolf reforça a ideia de que mais seguro é pagar tal benefício na folha, e sugere que se trabalhe o processo de criação da lei municipal urgentemente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here