Nota de repúdio à atitude da SEMED

0
870

Alguns professores da Rede estão, desde o dia 2 de setembro, enfrentando uma situação lastimável, que causa indignação e descrença. Devido a erros cometidos pela SEMED, não receberam seus salários e até esta data (dia 15) nada foi resolvido. Compreendemos que erros e acidentes acontecem, no entanto nada justifica a apatia e a demora em solucionar algo de tamanha gravidade.

Procurada, a ASPROLF orientou os servidores a buscarem soluções na SEMED. Em um dos casos, a orientação foi solicitar o contracheque. A SEMED, por sua vez, mesmo diante da urgência não disponibilizou o contracheque da servidora e a orientou a solicitar por e-mail. A servidora enviou a solicitação por e-mail, como a burocracia exigiu, mas o contracheque não chegou. Diante disso, o presidente da ASPROLF foi, com a servidora até a SECAD em busca de informações, quando teve acesso ao contracheque e percebeu que houve erro da SEMED quando informou ao setor administrativo que a servidora não havia trabalhado nenhum dia durante o mês de agosto. Consultada, a escola informou que enviou a frequência corretamente.

A sensibilidade diante da injustiça sofrida por outros, a capacidade de cuidado e a empatia diz muito sobre quem somos. Já as Instituições públicas dizem o que são quando conseguem garantir que as leis que a regem sejam cumpridas de forma ética, eficiente, impessoal e garantindo a publicidade de suas ações.

A ASPROLF repudia de forma veemente tal comportamento da SEMED e aguarda que a Secretaria cumpra seu dever institucional resolvendo, o mais rápido possível, o equivoco que cometeu e garanta o pagamento do salário dos servidores envolvidos, afim de não lhes causar ainda mais prejuízos e constrangimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here