Precatório do FUNDEF: Justiça é favorável à Lauro de Freitas

1
1976

Atendendo à convocação da ASPROLF, professoras, professores, coordenadoras e coordenadores pedagógicos da Rede Municipal de Lauro de Freitas participaram nesta quarta-feira (11/12) na AFPEB, de uma assembleia geral extraordinária que aconteceu em dois turnos (manhã e tarde), para atualizar as informações acerca do precatório do FUNDEF.

O presidente do sindicato, Valdir Silva, abriu a plenária com informes e passou para o advogado João Ricardo Xavier, que representa a ASPROLF na luta pelo precatório. João Ricardo fez um histórico do que é essa verba e informou que o TRF1 derrubou o bloqueio da União, deu decisão favorável à Lauro de Freitas, e esclareceu que apesar da decisão – que é positiva, restam algumas etapas para o valor, efetivamente chegar em Lauro de Freitas.

Valdir falou sobre o importante papel da base na luta pelos 60%, aderindo às campanhas de pressão à Prefeitura e às orientações da diretoria. “Porque caso o Executivo não entenda que 60% desse valor existe para valorização do magistério, a gente vai pra greve e ocupa tudo, para essa cidade! Vamos lutar por um direito que é nosso.”

Ele também destacou que se chegamos a esse ponto da luta pelo precatório é graças ao Sindicato que esteve presente em todas as plenárias, reuniões, articulações dentro e  fora do Estado que resultaram, hoje, numa grande luta nacional, é graças à categoria aguerrida que temos e ao advogado João Ricardo que vem monitorando a verba de Lauro de Freitas e hoje trouxe essa boa notícia para a categoria.

Os próximos passos que estamos aguardando é a publicação oficial do desbloqueio, quando será marcada uma nova assembleia para construir uma proposta para o Executivo.

1 COMENTÁRIO

  1. Vcs tem que pagar para os Professores de 96 e 2007 que lutarão . Muitos que estão ai ñ saberá nunca o que eles passarão , o dinheiro é deles .

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here