Prefeitura de Lauro de Freitas empurra profissionais da educação para a greve

0
332

Reunidos na tarde desta sexta-feira, 06, no Centro de Cultura de Portão, os trabalhadores em educação do município de Lauro de Freitas, em assembleia, aprovaram GREVE POR TEMPO INDETERMINADO, após o governo municipal apresentar, em documento, proposta de índice de 9,262%, contra os 21,71% reivindicados pela categoria.
A decisão da categoria se deu em função do descaso demonstrado pela prefeitura de Lauro de Freitas com a educação pública e com os profissionais da educação. As negociações vêm se arrastando a mais de 60 dias, sem nenhum avanço considerável. Para o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Lauro de Freitas (ASPROLF), com esse índice os profissionais terão perdas salariais e achatamento nos seus salários.
Além da greve, os servidores da educação decidiram por uma assembleia, que acontecerá na Associação dos Funcionários Públicos do Estado, no dia 10/05, às 09h, na qual se definirá os caminhos do movimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here