Prefeitura deixa trabalhadores REDA sem salário

0
220

A Asprolf repudia o não pagamento pela Prefeitura de Lauro de Freitas, do salário dos profissionais da educação em regime REDA e demais trabalhadoras da educação.

Mais uma vez o Executivo municipal demonstra total descaso com esses trabalhadores, desrespeitando também, o andamento das atividades nas unidades de ensino; visto que sem salário e sem transporte se torna inviável o trabalhador se deslocar e cumprir seu expediente laboral de forma normal. Esse atraso do pagamento dos salários é uma situação grave que compromete a vida financeira dos trabalhadores.

A orientação da Asprolf a esses profissionais é que ENQUANTO NÃO FOR PAGO O SALÁRIO AS ATIVIDADES DEVEM SER SUSPENSAS. Ou seja, os trabalhadores só retornarão às escolas, quando tiverem seu salário depositado na conta.

O sindicato está pressionando o Executivo para que cumpra imediatamente a obrigação de depositar os vencimentos dos trabalhadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here