Retorno às aulas em Lauro de Freitas

3
4065

Desde o início da pandemia, professoras, professores se mobilizaram para de alguma forma manter contato com os alunos, oferecendo algum tipo de ensino remoto mesmo sem regulamentação que viabilizasse ou exigisse a prática.

Contrários ao ensino EAD, que precariza o ensino público para, na prática, entregar o pouco investimento público às grandes empresas que oferecem plataformas de Ensino à distância, as professoras e professores da Rede pública criaram inúmeras formas para manter o contato com os estudantes e auxiliá-los, mesmo de longe, a manter algum ritmo de estudos em casa.

No início, sem qualquer padronização, houve muito esforço individual, criatividade e empenho: grupos de WhatsApp foram criados, materiais impressos foram elaborados e entregues aos estudantes, muitos professores gravaram vídeos, escolas promoveram encontros virtuais através de videoconferências e lives, alguns professores chegaram a criar sites para melhor distribuir seus conteúdos aos alunos.

Professora entrega atividade escrita durante pandemia.

Finalmente, essa primeira fase foi superada. Na última semana, o Conselho Municipal de Educação de Lauro de Freitas  construiu normas orientando a volta do Ensino por via remota enquanto durar a pandemia (Neste link você pode acessar a resolução do CME na íntegra). O que isso significa? Não haverá ensino presencial, o impedimento foi mantido. No entanto, as redes de ensino pública e privada de Lauro de Freitas deverão oferecer o ensino remoto enquanto durar a pandemia.

A resolução indica que, no caso da Rede pública, a SEMED deve oferecer formação para seus profissionais e viabilizar os meios para que o ensino remoto ocorra. Enfim, coloca-se diante de gestores, professores, estudantes, mães e pais de alunos um novo desafio. Mas não podemos iniciar essa nova etapa sem aplaudir todas e todos os profissionais da educação que dobraram seus expedientes em casa, que aprenderam em tempo recorde a usar as ferramentas tecnológicas, que cuidando de seus pequenos em casa se viraram em tempo para também cuidar do aprendizado dos pequenos de outros.

Nossos parabéns a todas e todos os profissionais da educação que mesmo sem a obrigatoriedade trabalharam incansavelmente para diminuir os impactos da pandemia no aprendizado de crianças adolescentes e adultos de Lauro de Freitas.

3 COMENTÁRIOS

  1. Eu como pai gostaria de saber como seria feita uma avaliação com os alunos já que com certeza eles não pegaram o conteúdo nescessario das aulas oque dificultaria seu aprendizado. pois a situação e bastante inusitada.
    Eles sentem a falta do Melhor Amigo.
    O Professor.

  2. Olá. Sou a favor dos sindicatos de professores. Vamos aguardar a vacinação para retornar as aulas com segurança para todos os alunos, professores e todos que trabalham na escola.

  3. Sou mãe e humana não mandaria meus filhos para escolas sem a segurança devida no caso a vacina para acabar com esse virus que estar acabando com muita gente , e nós como pais nao devemos responsabilizar unicamente os professores no aprendizado dos nossos filhos , a nossa parte tem q ser feita q é contribuindo na educação e principalmente no aprendizado doa nossos .
    Sou a favor do ensino a distâcia sim meus filhos não irão a escola antes q td isso acabe .

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here