Sem REDA, sem aula

0
1221

No município de Lauro de Freitas, 2 em cada 5 professores são contratados sob regime especial – REDA. Sem os profissionais em Regime REDA, muitas escolas não terão condições de funcionar efetivamente. O atraso na contratação já causou danos à educação pública, pois esses profissionais não puderam participar da Jornada Pedagógica e especialmente aos profissionais que ficaram 2 meses sem salários. Outros profissionais da educação como, por exemplo, Auxiliares de Classe e Cuidadores também são essenciais ao fazer pedagogíco. Não é possível haver aula em uma sala de educação infantil sem o Auxiliar de Classe, assim como não é possível ocorrer aula em salas de aula com alunos PCDs (Pessoas com deficiências) sem a presença dos cuidadores. Dessa forma, esperamos que a prefeitura através da Secretaria de Educação realize a contratação de todos os profissionais necessários ao início das aulas até hoje, dia 2 de março, para que amanhã as aulas possam iniciar dentro da normalidade.

Conforme deliberação da Assembleia, a Asprolf orienta que nas escolas onde exista déficit de profissionais, que prejudique o início das aulas, seja adotado o regime de meio período, no turno matutino até às 10h e no vespertino até às 15h, por exemplo, até que todos os profissionais necessários ao funcionamento efetivo das escolas sejam contratados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here