Trabalhadores da educação fazem assembleia para deliberar sobre golpe do governo sobre a Eleição de Diretor

0
267

Os trabalhadores da educação do município de Lauro de Freitas fazem neste momento uma assembleia geral extraordinária na Praça da Matriz em frente à Câmara Municipal da cidade, para deliberar sobre o golpe que o Poder Executivo vem arquitetando para suspender a Eleição Direta de Diretor Escolar; um direito garantido em Lei desde 2009 (Lei 1.351/2009).

A PL 72 que trata da alteração da Eleição de Diretor, está travada na Casa Legislativa por conta deste golpe articulado entre Prefeitura e alguns edis, que tentam a todo custo, tirar da mão da comunidade escolar o direito de eleger seu gestor.

Alunos da Escola Municipal Fênix também estão presentes com cartazes de protesto contra essa atitude arbitrária e desrespeitosa da gestão municipal contra toda a categoria e sobretudo, os estudantes, que de agora se preparam participar do exercício eleitoral de 2016, exercendo assim a real democracia desde já. Eles exigem do prefeito, que não lhes tire o direito de escolher o gestor escolar. Democracia se aprende e se aplica cedo. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here