Trabalhadores em educação aderem à greve nacional

0
321
Na tarde calorosa de ontem (13), os/as trabalhadores/as em educação de Lauro de Freitas, em assembleia, na Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia (AFPEB), decidiram aderir à greve nacional de três dias com uma agenda de lutas, para os dias 17, 18 e 19 de março de 2014.
Para o dia 17 (segunda-feira), foi aprovada uma manifestação na porta da Secretaria Municipal de Administração, ao lado da Caixa Econômica, com o objetivo de protestar sobre o atraso dos processos administrativos, a falta de pagamento dos retroativos, o portal do servidor, respeito no atendimento ao servidor da educação, além da isonomia do salário do REDA, redução da jornada para as creches. Com esse protesto espera-se que a Administração Pública receba os representantes da categoria.
Dia 18 (terça-feira), a agenda de lutas será na Praça da Piedade, a partir das 09h, a fim de colaborar com a luta dos trabalhadores em educação da Rede Estadual de Ensino, além de levar nossas bandeiras.
Dia 19 (quarta-feira), a Coordenadoria Executiva da ASPROLF estará em Brasília participando de um Ato Público, na Praça dos Três Poderes, em defesa da Lei do Piso, do PNE, dos Royalties para educação entre outros assuntos.
Foi também proposta aprovada em assembleia que se não houver equiparação salarial dos professores do REDA haverá indicativo de greve.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here