Trabalhadores em educação cobram na CMLF apoio na luta contra a precarização do ensino público em Lauro de Freitas

0
649

Foto: ASPROLF

Como parte da programação da greve por tempo indeterminado, os trabalhadores da educação estiveram nesta terça-feira (19) um ato público durante a sessão da Câmara Municipal de Lauro de Freitas, para cobrar dos vereadores apoio na luta contra a precarização da educação na rede municipal, que vem sofrendo sério desgaste com a falta de docentes nas salas de aula (entre outros muitos problemas), fruto de um descompromisso da gestão municipal com os trabalhadores e os alunos de Lauro de Freitas.

Foto: ASPROLF

Na plenários os edis cobraram do Prefeito Márcio Paiva, solução para o déficit de professores na rede e questionário sobre a aplicação dos recursos destinados à pasta do secretário de educação Marcelo Abreu, que nas reuniões com a ASPROLF, tem explicado que “a gestão municipal está gastando muito com a educação”, esquecendo que educação não é gasto e sim investimento, e antes de tudo, é obrigação do governo promover a qualidade do ensino público aos estudantes e valorização do profissional.

Hoje (20) a categoria faz dois atos públicos com carta aberta à comunidade laurofreitense; pela manhã (9h) na Praça da Matriz, centro de Lauro; e à tarde (14h), no Largo do Caranguejo em Itinga, com destino ao CEFOC (Centro de Formação Continuada), onde o Marcelo Abreu e representantes da SEMED, vai se reunir com os gestores das escolas e vices, além de coordenadores de escola.

Foto: ASPROLF




Foto: ASPROLF

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here