TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DE LAURO DE FREITAS INICIAM GREVE DE FOME

0
343



Os trabalhadores em educação permanecem acampados na Câmara de Vereadores e iniciaram na manhã desta quinta (05/04) greve de fome como mais uma forma de protesto à proposta encaminha pelo governo municipal para a Câmara. 
O projeto retira direitos estatutários da categoria. A gratificação de 54% foi substituída por uma de 30%, o que reduz considerávelmente a remuneração dos profissionais, desrespeita e desvaloriza a categoria, além modificar o Estatuto e Planos de carreira uma conquista histórica dos trabalhadores em educação, é importante lembrar que o referido estatuto foi discutido amplamente pela categoria e governo e sancionado pela mesma Prefeita que agora tem esta atitude autoritária.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here