Trabalhadores em educação fizeram hoje um Ato Público em defesa da educação pública municipal

0
349

O Ato que também cobrou respostas aos problemas vividos na rede municipal de Lauro de Freitas é um chamado nacional de uma manifestação contra a corrupção no País e pela defesa do Fundo Social do Pré-Sal e dos Royalties do Petróleo para financiar a educação.
Os trabalhadores da educação fizeram hoje um o Ato Público em Defesa da Petrobras e pelos Direitos do Trabalhador, com uma manifestação realizada hoje pela manhã na Praça , em frente à Prefeitura de Lauro de Freitas.

O protesto em defesa da democracia e dos direitos do cidadão e a reforma política têm caráter nacional, e também cobra do governo ações contra a corrupção e a defesa do Fundo Social do Pré-Sal e dos Royalties do Petróleo para financiar a educação no País.
Estes são os principais objetivos do Ato que elencou as queixas da categoria com relação à situação precária que se encontra a rede municipal de ensino de Lauro de Freitas, como a falta de equipamentos nas escolas (carteiras de alunos e mobiliário para professor, ventiladores), problemas de infraestrutura precária (reforma atrasada, defeitos na instalação elétrica), déficit de pessoal, além dos processos parados, etc, cobrando resposta imediata da prefeitura para esses problemas.
O manifesto também contou com a participação de ASGUALF (Associação da Guarda Municipal de Lauro de Freitas) esta semana estiveram com a coordenação executiva da ASPROLF, junto com representantes da Procuradoria, servidores da Saúde e da ASSEPMULFE (Associações dos Servidores Públicos do Município de Lauro de Freitas), que estão se organizando para construção de uma assembleia geral que definirá uma paralisação geral na prefeitura de Lauro de Freitas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here