ASPROLF Leva apoio à luta dos professores do Estado em ato na SEC

0
1100

O presidente da ASPROLF, Valdir Silva, esteve na manhã de hoje (26), em Salvador, na manifestação dos professores e alunos da rede estadual de educação, contra o fechamento de escolas na capital e no interior do estado, parte da reorganização promovida pelo governador Rui Costa (PT).
Convocada pela APLB Sindicato, centenas de professores, estudantes e representantes de escolas de outras cidades como Ilhéus, Itabuna, Irecê, Governador Mangabeira, Vitória da Conquista e outras mais, lotaram a frente da SEC frente da SEC no Centro Administrativo da Bahia, em protesto contra o fechamento das unidades de ensino na Bahia.
Nem a chuva que caiu logo cedo afugentou os manifestantes, que ainda pela manhã foram recebidos no auditório da Secretaria, pelo superintendente Ney Campello e Jorge Barreto.
Na mesa, Campello se reuniu com representantes das escolas em Salvador e do interior do Estado, a APLB e a ASPROLF, representada por Valdir. A todo momento o superintendente da SEC tentava minimizar o caos causado pelo governo com esta decisão. Em resposta aos argumentos, o presidente da ASPROLF, lembrou à mesa que o governador Rui Costa foi eleito com quase 80% dos votos dos baianos que confiaram na promessa de melhoria para a classe trabalhadora, mas não é o que está acontecendo, e questionou: Ney Campello, de que lado o governador está? Do trabalhador pobre e dos seus filhos ou da ultra direita? O superintendente não soube o que responder.
Já no finalzinho da manhã o governador recebeu outra comitiva dos manifestantes, prometendo que vai rever a proposta, mas que, para os educadores além de não dar em nada, essas medidas do governador podem se voltar contra ele.