EDUCAÇÃO – Falta de cuidadores em Lauro de Freitas obriga pais a acompanhar alunos com deficiência na sala de aula

0
732

Algumas crianças não estão mais comparecendo à escola pela falta de profissionais

Por: Adele Robichez no dia 28 de abril de 2023 às 11:22

Pais de crianças com deficiência se veem obrigados, desde o ano passado, a acompanhar diariamente os seus filhos durante as aulas em uma escola municipal de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador. A situação se deve à falta de cuidadores contratados pela prefeitura, segundo uma denúncia do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Lauro de Freitas (Asprolf).

Presidente da Asprolf, Valdir Silva disse ao Metro1 que o sindicato visitou nesta quinta-feira (27) a Escola Municipal Santa Júlia, no bairro de Itinga. Lá, foi constatado o déficit de 12 cuidadores, seis professores e um auxiliar de classe. Por causa disso, seis pais têm substituído os profissionais no local.

“Conversamos com as mães, elas disseram que estão tomando para si essa função porque não têm como deixar o filho em casa, querem que tenha direito à educação. Mas é complicado, deveria ser ofertado pela prefeitura. Isso precisa ser feito por profissionais, que precisam ser contratados. É constrangedor para o aluno ter que ficar com a mãe na sala de aula”, falou Valdir.

De acordo com ele, algumas crianças não estão mais comparecendo à escola pela falta de profissionais. Valdir citou ainda o caso de um dos alunos do PCD que fugiu da instituição de ensino nesta quinta, sem a supervisão adequada. “É uma situação muito difícil”, avaliou.

Os professores da rede pública de ensino em Lauro de Freitas declararam greve no fim da manhã desta quarta-feira (26). A contratação de cuidadores está entre as insatisfações relatadas pela classe. De acordo com o presidente da Asprolf, a falta de profissionais atinge diversas escolas na cidade.

Fonte: Metro 1