Professores da rede municipal de Lauro de Freitas entram em greve

0
413

Correio da Bahia – BAHIA

A categoria reivindica um novo piso salarial para os servidores da educação, entre outras propostas. Segundo a prefeitura, a proposta de salário é a maior em todo o Estado

02/04/2012 09:54:00 Atualizado em 02/04/2012 10:08:16

Da Redação
Os professores da rede municipal de Lauro de Freitas iniciaram nesta segunda-feira (2), uma greve por tempo indeterminado. A decisão foi tomada após uma assembleia, na Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia (AFPEB), na última sexta-feira (30). A categoria reivindica um novo piso salarial para os servidores da educação, entre outras propostas.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Ensino (ASPROLF), uma reunião foi marcada na manhã de hoje para negociar com os representantes da prefeitura no Centro de Cultura de Portão. Eles pretendem fazer uma manifestação após a reunião.

Nas semana passada, os professores já haviam realizado uma paralisação de 72h em protesto às contrapropostas que o governo municipal teria apresentado ao sindicato. Cerca de 2500 alunos da rede municipal estão sem aula no município.

Segundo a assessoria da prefeitura de Lauro de Freitas, a proposta de salário é a maior em todo o Estado e que a greve está causando graves prejuízos para os 33 mil alunos da rede municipal.

De acordo com a prefeitura, a última proposta feita pelo município aconteceu no dia 29 de março, quando foi oferecido para os professores sem graduação (com carga horária 40h) foi 1.898,00 e R$2.847,00 para os professores graduados. O reajuste corresponde a 30% do salário já pago aos cargos.

Para os professores de educação infantil (graduados e não graduados com 40h), além dos 30% de reajuste, foi oferecido ainda um abono salarial de R$200.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here