Professores de Lauro de Freitas decretam greve

0
463

Bahia Sem Máscara – REGIÃO METROPOLITANA

19 DE MAIO DE 2015

Semana passada foi a vez dos funcionários da educação, agora são também os professores que aderiram à greve dos trabalhadores da rede municipal de ensino de Lauro de Freitas, cidade localizada na região metrpolitana de Salvador.

A paralisação é por tempo indeterminado e foi aceita durante assembleia realizada nesta segunda-feira (18), segundo informa Valdir Silva, Coordenador Geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Lauro de Freitas (Asprolf).

Um dos motivos da greve é a falta de professor e auxiliar de classe nas escolas. “Desde 4 de fevereiro, as escolas de Lauro de Freitas não têm aula normal por causa disso. O aluno tem aula de uma disciplina e, em, seguida, não tem da outra. Por isso, ele acaba voltando para casa mais cedo”, afirma.

O sindicalista ainda destaca que processos administrativos de promoções, licenças prêmio e licenças mestrado estão parados.

A assessoria da Secretaria de Educação de Lauro de Freitas informou que o governo municipal “tem procurado atender, dentro do possível, às demandas dos professores, e que não tem se negado a negociar com a categoria”.

Para dar um exemplo, o órgão destacou que no último dia 12 foi acordado, em reunião entre a secretaria, prefeitura e sindicato, que seria criada uma comissão paritária para discutir as reivindicações, e que os professores teriam aceitado esta proposta. A secretaria ainda informou que foi pega de surpresa pelo decreto da greve.

Uma nova assembleia da categoria está agendada para esta quinta-feira (21), às 9h, na Escola Municipal Dois de Julho, no bairro de Itinga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here